Confira como fazer uma boa gestão financeira na saúde!

  • 05 de outubro de 2021

 

Para crescer e se manter no ramo laboratorial, um tema de extrema importância é a gestão financeira na saúde. O controle adequado das finanças e as boas práticas quanto ao orçamento fazem toda a diferença para a sustentabilidade do negócio, tanto em meio a possíveis desafios quanto para sua expansão.

O assunto envolve muitas práticas e demanda um grande aprofundamento na realidade do laboratório. Porém, para te apresentar ao tema e estimular a reflexão sobre a gestão financeira na saúde, trouxemos alguns conceitos e dicas básicas. Leia até o final e saiba mais!

O que é gestão financeira?

 

É um conjunto de ações e metodologias voltadas a administrar os recursos financeiros de uma empresa, lidando com eles de uma forma saudável, segura e adequada. Suas práticas incluem planejar, controlar e analisar atividades relacionadas às finanças, visando a sustentabilidade e o crescimento do negócio.

Sempre fundamental, essa gestão torna-se ainda mais importante para a área da saúde. O setor lida com desafios constantemente, como emergências e gastos elevados com infraestrutura e, se o laboratório não adotar boas práticas, poderá se perder em meio às demandas que o envolvem.

Investir ou gastar sem estudos sobre finanças e sem um método adequado cria uma série de problemas que poderiam ser evitados, aumenta os obstáculos para que o laboratório mantenha sua atuação sustentável e consistente ao longo do tempo. A gestão financeira é essencial para que o laboratório cresça, gere lucros, funcione com qualidade e, ao mesmo tempo, seja capaz de se sustentar mais tranquilamente.

Como fazer uma boa gestão financeira na saúde?

Como já mencionamos, é necessário ter uma boa metodologia e conhecimentos sobre a área. Contratar um profissional especializado e contar com um sistema de gestão, por exemplo, são pontos que fazem toda a diferença nesse quesito. Podemos citar, porém, algumas dicas que fazem parte de uma boa gestão financeira na saúde e como elas podem ser aplicadas no laboratório. Confira!

Tenha um bom controle de custos e de receitas

É importante mapear todos os custos do laboratório, sejam eles materiais ou operacionais. Investigue suas origens e classifique-os entre custos variáveis e fixos, averiguando também se existiram gastos inesperados ou que passaram dos limites do orçamento. É preciso definir qual período será analisado, como os últimos meses ou o último ano.

Esse levantamento permite verificar problemas e demandas, sendo até mesmo uma base para tomadas de decisão e estratégias. As origens de altos custos podem ser as mais simples, como o uso exagerado de papel para imprimir documentos que poderiam ser criados em um sistema digital. Assim, é importante ficar atento não apenas a grandes ações e às despesas maiores, mas também aos detalhes do dia a dia.

As receitas também devem ser mapeadas, lembrando que seu fluxo pode ser diferente daquele que ocorre com os custos – o que é comum em vários empreendimentos. Na área laboratorial isso acontece, por exemplo, quando falamos nas glosas.

É preciso levar isso em conta e ter um bom acompanhamento, traçando uma estratégia para lidar com possíveis atrasos e evitar inadimplências nos recebimentos. Vale lembrar que tanto o controle das receitas quanto o dos custos deve se tornar recorrente no seu negócio, trazendo mais segurança e uma melhor administração das finanças.

Tenha um planejamento

Para se manter no mercado de forma financeiramente saudável, todo negócio precisa aliar um bom planejamento ao seu orçamento. Essa é uma tarefa que abrange muitos detalhes e precisa ser bem pensada, pois faz toda a diferença para a manutenção e o crescimento do laboratório.

A ideia é planejar todas as ações, levando em conta o orçamento, as necessidades e as oportunidades do mercado. Estabeleça metas e objetivos realistas, levando em conta o que o negócio quer alcançar (como em relação ao faturamento e ao patamar no mercado, entre outros fatores) e traçando os melhores caminhos. É importante se planejar em curto, médio e longo prazo, sempre acompanhando e medindo indicadores para averiguar se você está na direção certa ou se é preciso realizar alguma mudança.

É necessário considerar não apenas as particularidades do seu negócio, mas da área da saúde como um todo. Períodos de sazonalidade podem impactar o valor dos materiais, por exemplo. Vale lembrar, aqui, que a gestão financeira precisa se integrar à gestão de estoque e à administração como um todo para obter os melhores resultados.

Outro lembrete importante é a necessidade de ter um capital de giro. Isso deve ser levado em conta na gestão das finanças, pois promove a segurança do seu laboratório e pode fazer toda a diferença caso ocorra alguma crise.

Invista em tecnologia e na integração de informações

É importante que o laboratório conte com um setor financeiro e com profissionais da área, já que o assunto e as atividades dessa gestão são bem complexos. Para além disso, a tecnologia é outra grande aliada. A automação de processos e o uso de ferramentas adequadas facilita muito o dia a dia do gestor, trazendo ainda resultados com mais precisão e assertividade.

sistemas que permitem registrar e analisar informações financeiras, contábeis e tributárias, além de rastrear despesas e serviços que ainda não foram pagos. A tecnologia também pode ajudar a se organizar quanto às diferentes datas de pagamento e recebimento, garantindo uma melhor visualização para o acompanhamento. Deixe claras suas demandas e procure por um produto que as atenda, fechando parcerias com empresas de confiança.

Vale destacar aqui que o Sistema de Informação Laboratorial (LIS) tem muito a contribuir não somente para a gestão financeira, mas para todas as atividades do laboratório: do pré ao pós-analítico. Por meio da integração de dados, permite visualizar todos os processos do negócio de uma maneira clara e interligada.

Com registros e análises facilitados, a plataforma ajuda a poupar tempo, reduzir retrabalho e agilizar os processos, além de otimizar a comunicação entre os setores. Assim, é possível realizar uma gestão mais eficiente e ainda melhorar as rotinas laboratoriais, contribuindo até mesmo a jornada dos pacientes.

Essas foram as nossas dicas sobre a gestão financeira na saúde! Realmente é um tema abrangente, mas as ações podem ser aprendidas e facilitadas pelas ferramentas adequadas, além de um setor ou um profissional específico, quando possível.

Esperamos ter ajudado. Para mais informações sobre o sistema de integração, entre em contato!


imagem

Artigos relacionados

Controle de Qualidade Interno no contexto da RDC 786/23

O Controle de Qualidade Interno (CQI) desempenha um papel importante no dia a dia de um laboratório. Ele é uma peça-chave para garantir a confiabilidade e precisão dos resultados analíticos e possibilita o monitoramento contínuo do desempenho dos métodos laboratoriais. Normas de acreditação, como a PALC e, mais recentemente, a nova RDC 786/2023, demandam implementar […]

Gestão de riscos em laboratórios e a RDC 786/23

Neste conteúdo, vamos falar sobre gestão de riscos em laboratórios de Análises Clínicas sob o olhar da RDC 786/23, refletindo sobre planos de contingência, monitoramento de indicadores e muito mais! Continue a leitura para ficar por dentro do tema. Em primeiro lugar, vamos parar para imaginar quantas transformações aconteceram em um intervalo de 18 anos […]

RDC 786/23 e Gestão de Indicadores

Descubra o impacto da RDC 786/23 na gestão de indicadores de desempenho. Veja também como um correto acompanhamento desses indicadores pode te ajudar a melhorar os resultados do seu negócio. A RDC 786/23 trouxe consigo vários pontos que passaram a exigir, além de adequações de processos, também o cumprimento de algumas exigências por parte dos […]

imagem

Destaques

Business Intelligence apoia melhorias em indicadores de desempenho no Lacmar

Controle de Qualidade Interno no contexto da RDC 786/23

Índice de adesão à RDC 786/23 cresce após consultoria da Shift

imagem

Assine a nossa newsletter?

Quer ficar por dentro das novidades sobre soluções em tecnologia para saúde? Cadastre-se na News da Shift e atualize-se periodicamente na caixa de entrada do seu e-mail.

Acompanhe a Shift nas redes sociais!