5 dicas para agilizar o atendimento de pacientes em centros de medicina diagnóstica

  • 18 de janeiro de 2023

 

Sabe aquela famosa expressão “a primeira impressão é a que fica” ?  Ela é totalmente verdade quando estamos falando sobre qualidade do atendimento de pacientes. No caso dos centros de medicina diagnóstica e preventiva, trata-se de um fator determinante para a construção da imagem positiva da organização e de uma boa experiência.

Exatamente por esse motivo, trazer mais eficácia, otimizar esse serviço e cuidar da fluidez da do atendimento do paciente é algo fundamental.  Quando essa etapa é eficiente, todo o negócio acaba sendo favorecido.

Entretanto, para operar de forma prática, ágil e humanizada, é preciso contar com uma série de estratégias. Isso inclui o uso da tecnologia.

O que é um atendimento de pacientes de qualidade?

Um bom atendimento resolve as demandas de forma prática e fluida. É preciso dar a assistência necessária, sem prejudicar o tempo da pessoa ou da fila de espera e, simultaneamente, garantir o seu bem-estar. Esse é um componente valioso da jornada do paciente e faz total diferença no momento em que se mensura a sua satisfação.

Exatamente por esse motivo, é preciso certificar-se de que as regras estabelecidas e os processos de atendimento ao cliente estão adequados ao público-alvo. A linguagem usada, o ambiente onde ele ocorre e os recursos disponíveis devem ser condizentes com quem será atendido. Assim, a agilidade e a humanização devem caminhar lado a lado para que o atendimento seja otimizado.

Como agilizar o atendimento de pacientes nos centros de medicina diagnóstica e preventiva?

Para tornar os processos de atendimento ainda melhores, existem algumas práticas que podem ser adotadas. Alguns investimentos fazem toda a diferença e ajudam a tornar os ambientes mais atrativos e agradáveis para o público. Além disso, eles podem também ser essenciais para evitar riscos e prejuízos para o negócio. Confira algumas dicas:

1. Invista em uma boa infraestrutura

Os computadores e os sistemas devem funcionar adequadamente. A velocidade da internet também é um fato crítico. Ela deve ser ágil e atender às necessidades do local. Desta forma, evita a morosidade nos serviços e na execução de todo processo, como preenchimento de cadastro e checagem de agendas. Isso torna a situação mais confortável não só para o paciente, como para quem está prestando o atendimento, que tem sua produtividade ampliada.

As instalações também devem ser amplas para suportar as demandas do horário de pico. Bons assentos também são essenciais para não causar desconforto. Com esses cuidados, você evita reclamações e mantém o foco nas atividades.

2. Capacite seus colaboradores

Para trabalhar com agilidade, os funcionários devem estar preparados. Eles precisam saber como lidar com os processos, conhecer as demandas e saber como agir diante de imprevistos, por exemplo. Assim, cria-se um fluxo mais assertivo.

Os treinamentos devem incluir aspectos técnicos e comportamentais e ocorrer em diferentes momentos e por diversos motivos: seja para ampliar a humanização, introduzir uma nova tarefa ou serviço e até mesmo para capacitá-los a trabalhar com um novo software.

3. Mantenha a organização

 

Esse é um fato crucial para garantir a agilidade do atendimento. Um bom controle dos horários e o fácil acesso às informações, por exemplo, são pontos essenciais para evitar problemas.

A padronização de processos também faz toda a diferença. Com ela, as atividades ficam mais fáceis e mais familiares aos funcionários, evitando erros e confusões. Também é importante manter os prontuários e documentos bem organizados. Por mais que algo não faça parte do dia a dia, esses arquivos são necessários para a segurança e a integridade dos centros de medicina diagnóstica e dos pacientes.

 

4. Atendimento omnichannel

 

Atualmente, já é possível contar com o uso de canais alternativos, que reduzem o tempo de espera e as demandas do atendimento. Os pacientes podem usar um aplicativo para agendar e cancelar exames, por exemplo, tendo maior autonomia e liberdade.

Para dúvidas, as redes sociais são uma boa alternativa, além de uma sessão para perguntas mais frequentes no seu site. A retirada de exames também pode ser feita on-line, dispensando o deslocamento até o centro de medicina diagnóstica e o tempo de espera na fila. Com isso, até mesmo os horários de pico se tornam mais tranquilos.

5. Ouça as demandas dos pacientes

Isso faz toda a diferença quando o assunto é agilizar o atendimento aos pacientes. Ao exercer a escuta ativa é possível identificar pontos que atrasam o atendimento, como falhas na comunicação ou dificuldades para usar um recurso. Podem ser percebidos fatos que, até então, não haviam sido pensados.

Convide as pessoas a responderem pesquisas de opinião. Crie um espaço próprio para isso e peça por sugestões. Dessa forma, os pacientes sentem-se engajados e percebem que a organização os valoriza e está atenta à sua satisfação.

Qual é a importância da tecnologia para um atendimento de qualidade?

A tecnologia permite incrementar o atendimento ao paciente de diversas formas. Ela facilita as atividades, torna os processos mais ágeis e inovadores, contribuindo não só para uma maior eficiência operacional, como também para aumento da produtividade.

Contar com uma plataforma única de tecnologia da informação que integra e conecta todas as áreas e especialidades de um centro de medicina diagnóstica emerge como uma excelente alternativa para ajudar nesses desafios.

Desta forma, as informações, inclusive as relacionadas às autorizações de exames e aos prontuários do paciente, ficam muito mais disponíveis e o acesso ocorre muito mais rápido, minimizando riscos de retrabalho e evitando problemas como perda de documentação, por exemplo.

Outra vantagem proporcionada pela tecnologia é a padronização. Com a mesma interface em todos os processos, as operações são realizadas com maior fluidez. Além disso, fica mais fácil cruzar as informações, já que elas estão em um único software e foram inseridas com a mesma linguagem. Isso ajuda a medir os indicadores de atendimento e torna a tomada de decisão muito mais estratégica.

Por fim, com os setores conectados, toda a experiência do paciente é otimizada. Quando é feito o seu registro, o responsável pelo atendimento e o profissional responsável pela realização do exame já têm acesso a todas as informações disponíveis no prontuário.

Com essas dicas e o apoio tecnológico, você amplia ainda mais o bem-estar dos seus pacientes, otimizando os resultados do seu negócio!

Seu centro de medicina diagnóstica já conta com uma plataforma de tecnologia da informação especializada? Entre em contato com a Shift e saiba mais.

CONTEÚDO EXTRA: para garantir um atendimento ainda mais humano e diverso, preparamos um e-book sobre a importância do Nome Social nos centros de medicina diagnóstica. O download é gratuito e pode ser feito clicando aqui.


imagem

Artigos relacionados

Controle de Qualidade Interno no contexto da RDC 786/23

O Controle de Qualidade Interno (CQI) desempenha um papel importante no dia a dia de um laboratório. Ele é uma peça-chave para garantir a confiabilidade e precisão dos resultados analíticos e possibilita o monitoramento contínuo do desempenho dos métodos laboratoriais. Normas de acreditação, como a PALC e, mais recentemente, a nova RDC 786/2023, demandam implementar […]

Gestão de riscos em laboratórios e a RDC 786/23

Neste conteúdo, vamos falar sobre gestão de riscos em laboratórios de Análises Clínicas sob o olhar da RDC 786/23, refletindo sobre planos de contingência, monitoramento de indicadores e muito mais! Continue a leitura para ficar por dentro do tema. Em primeiro lugar, vamos parar para imaginar quantas transformações aconteceram em um intervalo de 18 anos […]

RDC 786/23 e Gestão de Indicadores

Descubra o impacto da RDC 786/23 na gestão de indicadores de desempenho. Veja também como um correto acompanhamento desses indicadores pode te ajudar a melhorar os resultados do seu negócio. A RDC 786/23 trouxe consigo vários pontos que passaram a exigir, além de adequações de processos, também o cumprimento de algumas exigências por parte dos […]

imagem

Destaques

Business Intelligence apoia melhorias em indicadores de desempenho no Lacmar

Controle de Qualidade Interno no contexto da RDC 786/23

Índice de adesão à RDC 786/23 cresce após consultoria da Shift

imagem

Assine a nossa newsletter?

Quer ficar por dentro das novidades sobre soluções em tecnologia para saúde? Cadastre-se na News da Shift e atualize-se periodicamente na caixa de entrada do seu e-mail.

Acompanhe a Shift nas redes sociais!