Gestão laboratorial por indicadores

A informação é um diferencial em qualquer tipo de negócio. No setor de medicina diagnóstica, um mercado cada vez mais competitivo, é indispensável a transformação de dados gerados pela operação em indicadores – analisar e acompanhar essas informações podem ajudar o laboratório a se tornar cada vez mais eficiente. E, no atual estágio tecnológico que vivemos, para processar um grande volume de informações é essencial o uso de softwares de gestão laboratorial, como soluções de business intelligence, para fazer todo controle dos processos do laboratório e ter acesso a dashboards que permitem uma análise rápida e clara de indicadores de operação.

Nesse sentido, a gestão laboratorial caminha para uma busca constante das melhores práticas e, por meio de indicadores de mercado, gestores têm em suas mãos dados objetivos para conduzirem em seus laboratórios processos de melhoria contínua. Ao identificarem gargalos e produtividade, podem atuar preventivamente no laboratório de forma a alcançar os melhores resultados operacionais e desenvolver estratégias para crescimento, o que se refletirá naturalmente na melhoria dos serviços prestados aos pacientes e na percepção que os mesmos têm sobre o laboratório.

Indicadores de desempenho que medem, por exemplo, percentual de exames em atraso, percentual de liberação de resultados via verificação automatizada, recoleta e TAT (Turn Around Time) são fundamentais para uma gestão da qualidade e o alcance de metas de forma precisa.

O gestor tem ainda a possibilidade de ampliar sua visão e busca de performance, comparando seus dados com as melhores médias do mercado e assim poder ter ações em busca de melhorias. A evolução da tecnologia hoje permite assim fazer benchmarking, processo de comparação de produtos, serviços e práticas empresariais com outros mercados, países e a evolução ao longo do tempo.

Todos esses dados contribuem para uma gestão baseada em indicadores que favorece o aumento da produtividade, da lucratividade do setor e melhores resultados operacionais: a chamada “cultura do laboratório baseada em performance”, que permite a evolução do setor de medicina diagnóstica.

Leia mais:
» Por que Business Intelligence pode ser decisivo no Laboratório
» Gestão do TAT na análise de desempenho do laboratório

Newsletter



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *