Veja como um software ajuda a gerar resultados laboratoriais

  • 21 de setembro de 2021

 

Na busca por melhores resultados, muitos laboratórios vêm investindo em tecnologias de ponta e sistemas inovadores que podem ser grandes aliados do negócio, desde que seja feita a escolha das ferramentas adequadas.

Um software de gestão integrada para laboratórios é capaz de agregar um valor significativo ao laboratório, otimizando as rotinas e os serviços de modo geral, de acordo com suas funcionalidades. Neste post, vamos te introduzir a esse recurso para que você entenda o seu papel e suas potencialidades no laboratório. Não deixe de ler até o final!

O que é um software laboratorial?

É um software voltado para a gestão de informações. Ele permite lidar com todos os dados do laboratório em um único sistema, apresentando-os de forma padronizada e permitindo uma melhor integração entre todos os processos. Com seus recursos, otimizam-se a comunicação entre os setores, a rotina, a segurança e, consequentemente, a qualidade do serviço oferecido.

O software laboratorial tem atuação desde a etapa pré até a pós-analítica. Ele transmite aos devidos setores as informações dos exames a serem feitos, além de atualizar os registros do estoque, facilitar a entrega dos resultados, entre outros pontos. Para escolher aquele que melhor se adapta às necessidades do seu laboratório vale conferir as particularidades de cada sistema, como interface, funções e tecnologia utilizada.

Qual é o papel da tecnologia e quais as vantagens de um software laboratorial?

A tecnologia é uma forte aliada dos resultados laboratoriais. Suas funções incluem facilitar o dia a dia, evitar retrabalho e melhorar a experiência dos pacientes. Assim, ela não deve excluir o fator humano de cada processo, mas sim permitir que os profissionais fiquem atentos ao que é mais importante.

Para ilustrar melhor o seu papel, separamos alguns dos principais benefícios de contar com um software para laboratórios. Confira!

Maior qualidade dos processos

Se o laboratório conta com diferentes sistemas para tratar seus dados, as chances de erros são muito maiores. Os registros não são feitos de forma padronizada, o que pode gerar informações duplicadas, repetidas ou esquecidas. Além disso, a comunicação entre os setores se torna mais lenta e sujeita a falhas. As consequências disso são retrabalhos, menor fluidez na rotina, maiores níveis de estresse e até a insatisfação dos pacientes.

Com um sistema integrado, por outro lado, as informações são facilmente compreendidas. Os setores contam com a ajuda do próprio software para se comunicarem: o estoque logo é informado da demanda de um insumo para um exame, por exemplo, tendo seu arquivo automaticamente atualizado quanto à quantidade disponível desse produto. Assim, os processos tornam-se mais assertivos e fluidos, ocorrendo com o tempo, a assertividade e a qualidade adequados.

Maior controle financeiro e redução de custos

A utilização de vários sistemas traz uma série de desafios para as finanças. Torna-se mais complicado acompanhar os dados referentes às despesas e receitas, já que não se tem uma visão integrada. Ainda, é preciso lembrar que as falhas mencionadas acima podem levar a gastos não planejados.

Um software de gestão integrada, por sua vez, traz mais clareza para o controle financeiro como um todo. Ele permite acompanhar toda a rotatividade de itens, investimentos, compras, pagamentos recebidos e movimentações no orçamento em geral. Além disso, trata-se de um poderoso aliado para a redução de custos, já que não é mais necessário gastar com a manutenção de diferentes sistemas de informação.

Melhores resultados para a gestão estratégica

O software promove uma análise mais assertiva, tanto de cada setor quanto do laboratório como um todo. É possível averiguar a interação entre as áreas e o percurso de cada processo, identificando pontos de melhoria e ações que estão indo bem. O sistema ainda gera relatórios sobre os dados, facilitando o acompanhamento das metas estabelecidas.

Com todas essas informações, os gestores podem preparar estratégias mais eficazes, assim como traçar metas e objetivos realistas. O laboratório passa então a crescer de forma saudável, se destacando no mercado por sua eficiência e por seus serviços de qualidade.

Melhor atendimento aos pacientes

Além de impulsionar o laboratório e contribuir para seu dia a dia, as vantagens mencionadas acima favorecem a experiência dos pacientes. Todo o atendimento tem um bom fluxo, sem interrupções devido a problemas entre os sistemas, possibilitando que os profissionais possam focar em fazer um trabalho mais humanizado.

Por outro lado, também evitam-se erros e atrasos nos resultados. Os pacientes podem acessar o sistema e encontrá-los tranquilamente, sem correr riscos de trocas ou confusões. Assim, o laboratório tende a conquistar mais pacientes, fidelizar os já existentes e expandir o seu alcance.

Como escolher o melhor software laboratorial?

Para obter tais benefícios nos resultados laboratoriais é preciso escolher o sistema adequado. A decisão demanda um processo elaborado, levando em conta vários fatores. Selecionamos alguns deles para te ajudar:

  • Mapeie todas as rotinas e processos internos. Verifique gargalos e pontos que o sistema pode ajudar a melhorar. Esses são passos iniciais para saber quais funções são necessárias e o que a infraestrutura do software precisa oferecer. Leve em conta, inclusive, se o seu laboratório possui outras unidades ou postos de coleta;
  • Mapeie as informações que circulam pelo laboratório, averiguando quais são elas, por onde entram e como são transmitidas. Isso inclui, por exemplo, os dados dos pacientes, resultados dos seus exames, informações de estoque e registros no orçamento. Essa será outra base para analisar as funções do sistema;
  • Escolha um bom parceiro estratégico, levando em conta seu histórico e buscando opiniões. Converse com quem é cliente, perguntando sobre funcionalidades e benefícios, por exemplo. Verifique também se a empresa oferece um bom suporte — que não abandonará o negócio após a fase de implantação — e treinamentos para a equipe quanto ao novo sistema;
  • Fique atento às características do software, como design, interface, velocidade, memória e armazenamento. Verifique se ele oferece tudo que é necessário para a gestão e se tem diferenciais que seu negócio ainda pode aprender a usar. A infraestrutura deve ser potente e sustentar toda a demanda sem travas, mesmo quando o negócio crescer. Além disso, o sistema deve permitir atualizações e o parceiro deve realizá-las sempre que necessário.

A ideia é que o sistema permaneça em longo prazo no seu negócio, acompanhando seu crescimento e se adaptando a ele. Da mesma forma, o parceiro estratégico deve caminhar junto ao laboratório. Assim, vale a pena investir tempo nessas pesquisas e análises, evitando problemas posteriores.

Agora você já sabe do valor de um software para os resultados laboratoriais. Além de manter seu negócio atualizado, ele favorece tanto os profissionais quanto os pacientes!

Para saber mais sobre o assunto, acesse nosso e-book O que avaliar na troca de um sistema laboratorial.


imagem

Artigos relacionados

7 vantagens da automação laboratorial para aumentar a competitividade dos laboratórios

Conheça 7 vantagens da automação laboratorial e como aumentar a competitividade e a eficiência operacional dos laboratórios

Como realizar a integração de informações em laboratórios?

Como realizar a integração de informações em laboratórios? 12 de janeiro de 2022   A integração de informações oferece grandes benefícios tanto para os laboratórios quanto para os pacientes, desde que feita da forma certa. Para isso, é preciso escolher ferramentas de qualidade, sempre se atentando às demandas e às particularidades do seu negócio. Há […]

Processo de tomada de decisão: como conduzir no laboratório?

Processo de tomada de decisão: como conduzir no laboratório? 26 de outubro de 2021   Os processos de tomada de decisão nos centros de medicina diagnóstica e preventiva influenciam diretamente a segurança do paciente. A relevância desse aspecto se dá, principalmente, no impacto das decisões sobre os diagnósticos. Por isso, criar condições para decisões mais […]

imagem

Destaques

Planejamento estratégico em medicina diagnóstica

Tecnologia em medicina diagnóstica: uma grande aliada na estratégia do setor

Anatomia Patológica: Rastreabilidade e Controle de Amostras Otimizados no Laboratório Ruth Brazão

imagem

Assine a nossa newsletter?

Quer ficar por dentro das novidades sobre soluções em tecnologia para saúde? Cadastre-se na News da Shift e atualize-se periodicamente na caixa de entrada do seu e-mail.

Acompanhe a Shift nas redes sociais!