• 17 de Janeiro de 2020



A eficiência operacional no laboratório deve ser sempre analisada, pois se relaciona a uma maior produtividade, a um menor custo e à garantia de um atendimento ágil, confiável e bem avaliado pelos pacientes.
Por isso, é fundamental que os gestores conheçam a operação do laboratório e tenham um ciclo de melhoria contínua, elaborando ações direcionadas às principais demandas e gargalos de produtividade, analisando os indicadores obtidos a partir dessas atividades e propondo mudanças para alcançar as metas e crescimento desejado para o laboratório.
Para isso, é preciso contar com ferramentas tecnológicas efetivas, integradas e que fornecem dados sob a forma de indicadores, além de mostrar o diagnóstico da situação ao longo do tempo para embasar a tomada de decisão pelo gestor.
Quer saber mais sobre a eficiência operacional nos laboratórios clínicos? Então, não perca as dicas que daremos a seguir!

Entenda a experiência do paciente

Para um serviço ser considerado eficiente e ser avaliado positivamente, ele precisa atingir os propósitos de sua utilização e ainda reduzir os custos ou maximizar a receita. Em laboratórios clínicos, é possível desenvolver as duas atividades, principalmente quando se aborda a experiência do paciente.
Primeiramente, é importante mencionar que a experiência do paciente deve ser mensurada em uma perspectiva mais ampla que envolve o componente técnico, as tecnologias utilizadas, atendimento humanizado, agilidade e autonomia nos serviços. Porém, nem sempre estará relacionada ao componente técnico de um serviço, visto que o paciente avaliará positivamente uma atividade laboratorial mesmo que não seja utilizada a tecnologia mais moderna.
Também serão considerados, nesse contexto, o acolhimento humano e o diferencial da equipe técnica nas fases pré, durante e pós-analítica, de forma a garantir eficiência operacional na empresa.

Avalie a eficiência operacional do laboratório

Em um laboratório clínico, a eficiência operacional é o resultado de um conjunto de ações que trazem um resultado financeiro para a gestão laboratorial, redução de desperdícios, produtividade e bom rendimento em todos os níveis de complexidade.
Considerando essa meta, a é importante utilizar os recursos de forma a tornar os processos, fluxos e demais atividades cada vez mais eficientes e capazes de gerar o desempenho desejado. Dessa forma, quanto maior a eficiência operacional, maior é o retorno financeiro para a organização e a sustentabilidade em longo prazo.

Considere os indicadores de gestão

Os indicadores de desempenho são excelentes ferramentas de gestão, pois facilitam as intervenções, além de monitorarem os resultados ao longo do tempo e redirecionarem ou reforçarem algumas condutas mediante esse diagnóstico situacional.
Além disso, os indicadores de desempenho são métricas essenciais no controle e gestão da empresa. A partir dessa abordagem será possível identificar falhas nos procedimentos, e elaborar medidas para aumentar a produtividade.
Essas variáveis são apuradas graças aos métodos de gestão que possuem funcionalidades para captar e monitorar a eficácia das ações além de analisar o alcance dos objetivos e metas almejadas pela empresa.
Por isso, os gestores devem avaliar constantemente os indicadores e tomar medidas em conjunto com seus colaboradores, para sanar resultados inexpressivos ou prejudiciais à sustentabilidade da empresa.
Também é fundamental manter, em patamares elevados, as taxas de satisfação do cliente com os serviços prestados. Nesse sentido, algumas ferramentas e estudos de benchmarking podem ajudar no processo.

Trabalhe em prol da otimização dos custos

Os laboratórios clínicos devem ter como premissa a redução constante de custos ou o aumento significativo de seus serviços. No primeiro caso, as atividades devem ser criteriosamente analisadas, a fim de identificar possíveis desperdícios de recursos.
Nesse sentido, uma das formas de obter sucesso nessa empreitada é automatizar processos, reduzindo intervenções manuais que reflete na diminuição de erros, maior segurança, obtendo um fluxo de processo inteligente e que integra todos os setores do laboratório. Os custos serão reduzidos na medida que os processos se tornam mais eficientes.
Porém, deve-se ressaltar que é preciso conciliar essas metas com a segurança do paciente e a qualidade dos processos, ou seja, todo o processo deve ser otimizado para equilibrar esses fatores.

Discuta melhorias com a equipe de trabalho

Para se ter eficiência operacional nos processos laboratoriais, é preciso discutir as melhores estratégias com os supervisores a fim de estabelecer planos condizentes com a realidade da operação.
Isso porque as decisões devem ser horizontalizadas para permitir a contribuição dos que estão na linha de frente e garantir também o engajamento em prol de melhorias.
Além disso, após um consenso sobre os planos a serem seguidos, é aconselhável comunicar as intervenções nos principais canais de comunicação do laboratório para que todos acompanhem a evolução das atividades.

Implante ferramentas tecnológicas confiáveis

Um dos métodos para alcançar a eficiência operacional na gestão de laboratórios é contar com recursos tecnológicos confiáveis, seguros, modernos e que estão alinhados com os principais programas de qualidade e certificações do setor.
Nesse contexto, é aconselhável que o gestor faça uma pesquisa extensa sobre as funcionalidades do software, aderência a programes de qualidade, solicite a visita dos representantes, procure referências profissionais e assessorias.
Algumas empresas são excelentes escolhas para os gestores que necessitam de uma plataforma integrada, intuitiva, com possibilidade de avaliação da produtividade por meio de indicadores gerenciais, e adaptada aos propósitos da saúde 4.0, entre outros diferenciais.
A eficiência operacional nos laboratórios clínicos é uma meta a ser buscada constantemente, junto à automação dos processos, mesmo diante dos desafios que o mercado em saúde oferece. Para tanto, é fundamental lançar mão de um plano de ação estruturado e condizente com a realidade e contar com indicadores efetivos por meio de plataformas que ofereçam funcionalidades inovadoras.
Gostou do nosso texto? Então, não deixe de compartilhá-lo em suas redes sociais e facilite a divulgação de boas informações!


imagem

Artigos relacionados

7 vantagens da automação laboratorial para aumentar a competitividade dos laboratórios

Conheça 7 vantagens da automação laboratorial e como aumentar a competitividade e a eficiência operacional dos laboratórios

Como realizar a integração de informações em laboratórios?

Como realizar a integração de informações em laboratórios? 12 de janeiro de 2022   A integração de informações oferece grandes benefícios tanto para os laboratórios quanto para os pacientes, desde que feita da forma certa. Para isso, é preciso escolher ferramentas de qualidade, sempre se atentando às demandas e às particularidades do seu negócio. Há […]

Veja como um software ajuda a gerar resultados laboratoriais

Veja como um software ajuda a gerar resultados laboratoriais 21 de setembro de 2021   Na busca por melhores resultados, muitos laboratórios vêm investindo em tecnologias de ponta e sistemas inovadores que podem ser grandes aliados do negócio, desde que seja feita a escolha das ferramentas adequadas. Um software de gestão integrada para laboratórios é […]

imagem

Destaques

Planejamento estratégico em medicina diagnóstica

Tecnologia em medicina diagnóstica: uma grande aliada na estratégia do setor

Anatomia Patológica: Rastreabilidade e Controle de Amostras Otimizados no Laboratório Ruth Brazão

imagem

Assine a nossa newsletter?

Quer ficar por dentro das novidades sobre soluções em tecnologia para saúde? Cadastre-se na News da Shift e atualize-se periodicamente na caixa de entrada do seu e-mail.

Acompanhe a Shift nas redes sociais!