Descubra por que é importante ter um bom cadastro de paciente

Você dá a devida atenção ao cadastro de pacientes no laboratório? Essa é uma etapa fundamental para fidelizar o paciente, garantir que o atendimento tenha uma boa experiência e evitar erros.

Já que o assunto é tão importante, neste post mostraremos qual o papel do cadastro em laboratórios e quais os motivos para prestar mais atenção a esse momento. Depois, você ainda entenderá como é possível fidelizar mais pacientes utilizando os dados corretos.

Boa leitura!

Qual o papel do cadastro em laboratórios?

Há diversas maneiras interessantes para conseguir atrair e fidelizar novos pacientes. Na maioria delas, será fundamental contar com as informações básicas sobre o consumidor, o que poderá fazer com que o cadastro de pacientes seja revisto e otimizado.

Sem essas informações, a maioria das campanhas que você tiver pensado será inviável ou mesmo não trará os resultados esperados. Embora não seja sempre suficiente, ter os dados mais básicos já é útil. Algumas informações, como nome, telefone e e-mail, têm sua utilidade, mas, se você quiser entender, de fato, quais são as necessidades dos pacientes, precisará ir além disso.

As informações são fundamentais para aumentar a segurança dos pacientes, conjugado com a necessidade de atendimento mais rápido e efetivo, o que pode ser alcançado com uma gestão eficiente de cadastro. Assim, há mais ferramentas para prestar um atendimento mais personalizado e humanizado.

Por isso, contar com um cadastro mais completo é a melhor solução. Além das informações básicas, insira:

  • endereço completo;
  • informações de registro, como CPF e identidade; 
  • redes sociais;
  • data de nascimento;
  • histórico de atendimentos e resultados;
  • histórico médico do paciente.

Essas informações são apenas um indicativo do que você pode precisar. Então, acrescente tantos dados quanto julgar interessantes para a sua estratégia. Eles são fáceis de serem obtidos e vão agregar valor às suas campanhas e à qualidade do atendimento prestado.

Imagine que você tenha uma base de 600 usuários. Com esses dados, a instituição resolve abrir uma nova unidade em um outro bairro da cidade. Com um cadastro eficiente e atualizado, o laboratório poderá identificar quais são os pacientes que residem nesse local e promover uma ação para apresentar a unidade a eles.

Por que é importante?

Você viu como manter os dados dos pacientes atualizados é importante. Entretanto, mesmo com as informações corretas, a instituição deve saber o que fazer com elas. Identifique agora os benefícios de ter uma base atual.

Permite o acompanhamento do paciente

No exemplo que demos, acompanhar o paciente era complicado, já que a maioria dos usuários já não tinha o e-mail informado. Dessa forma, as ações de marketing ficam prejudicadas, já que os consumidores não conseguirão receber as mensagens.

Com um contato mais próximo, a empresa pode entender do que o paciente precisa e como agir para melhorar a saúde e o bem-estar da pessoa. Tão importantes quanto a qualidade e a atenção na hora da realização do procedimento são as ações pós-exame.

Colabora para um atendimento mais alinhado ao paciente

O atendimento aos consumidores deve ser constantemente otimizado para conseguir atingir as expectativas dos pacientes. Entretanto, isso só é possível quando se tem o mínimo de informações para compreender qual é o perfil deles e quais modificações podem ser efetuadas para trazer mais conforto, velocidade e humanidade ao atendimento.

Com o cadastro, é possível que a equipe saiba quais são os pacientes que desmaiam ao ver sangue, por exemplo, ou que tem preferência por um determinado colaborador na hora da coleta. Ou seja, o atendimento pode ser mais personalizado.

Mostra quais são as novidades do laboratório

Pense que você fez um bom investimento, como um novo aplicativo que pode diminuir a espera dos usuários no momento de fazer o cadastro, sendo que passam a ter acesso a um pré-agendamento e aos resultados de seus exames na palma da mão. Entretanto, por não contar com as informações completas, não foi possível comunicar os atuais pacientes das mudanças que foram realizadas para o conforto deles.

Com isso, as modificações não surtirão pleno efeito, já que alguns usuários poderão preferir a concorrência por algum motivo, o que poderia ser evitado se os consumidores soubessem de todas as novidades que o laboratório tem. Ou seja, tão importante quanto melhorar os processos é saber se comunicar com os usuários para contar as novidades.

Oferece informações importantes

Várias vezes, o laboratório tem boas ideias para o marketing da instituição. Entretanto, nem sempre os resultados são tão satisfatórios quanto o desejado. Um dos principais motivos para isso é a falta de informações relevantes sobre o paciente.

Sem os dados, fica mais difícil fazer com que as estratégias alcancem os resultados esperados. Por outro lado, quanto mais informações estiverem disponíveis, mais ferramentas poderão ser usadas para segmentar as campanhas e tomar decisões que possam aumentar o valor que os usuários enxergam no laboratório.

Como as informações são úteis na fidelização?

O papel do cadastro em laboratório também passa pela fidelização. É com as informações dos usuários que será possível planejar e executar ações para fazer com que o paciente sempre realize os exames na empresa.

Utilize, por exemplo, a data de nascimento do usuário para parabenizá-lo e mostrar que o paciente é importante para o laboratório. Entender quais são seus interesses também é útil para aproximar o paciente da empresa.

Quando um conteúdo publicado for relevante para ele, o laboratório pode enviar automaticamente o material. Assim, o consumidor terá mais interesse em participar das ações da marca.

O cadastro de pacientes é fundamental para que o laboratório tenha mais condições para planejar e executar as mais variadas estratégias para otimizar os processos e encantar os pacientes em cada detalhe. Por isso, em vez de ficar apenas com os dados mais óbvios, procure ter conhecimento das informações que fazem parte do cotidiano do usuário.

Pensando em agradar ao consumidor, veja agora por que usar a satisfação de pacientes e como medi-la em seu laboratório. Esperamos por você!

Newsletter



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *