Conheça alguns indicadores de desempenho para o seu laboratório

Todo laboratório de análises clínicas que deseja se tornar referência no mercado e ganhar vantagem competitiva sabe que precisa investir na qualidade dos serviços oferecidos para atrair clientes.

Nesse sentido, uma estratégia eficiente e que costuma trazer resultados positivos consiste na gestão de indicadores de desempenho. Eles atuam na medição da eficiência de processos e devem fazer parte do planejamento estratégico de um laboratório.

Por isso, neste artigo, vamos apresentar os principais indicadores de desempenho para ajudar a medir a performance da qualidade do seu laboratório. Confira!

O que são os indicadores de desempenho?

Os indicadores de desempenho, também conhecidos como KPIs — Key Performance Indicators — , consistem em métricas essenciais que auxiliam no controle e na gestão da empresa. A partir dessa ferramenta, torna-se possível identificar falhas nos procedimentos e elaborar medidas com o intuito de promover melhorias e aumentar a produtividade.

Os indicadores são mensurados graças às ferramentas de gestão que possibilitam captar e monitorar a efetividade das ações e avaliar o alcance dos objetivos e dos resultados almejados pela empresa.

Quais são os principais tipos de KPIs existentes?

Os KPIs podem ser divididos em algumas modalidades. Confira:

  • indicadores de qualidade de serviço;
  • indicadores de capacidade e funcionalidade dos setores do laboratório;
  • indicadores estratégicos — categorias financeiras, atendimento aos clientes, entre outros;
  • indicadores de produtividade;
  • indicadores de infraestrutura;
  • indicadores de consumo — gestão eficiente do estoque.

Como as análises contribuem para o crescimento do laboratório?

Os indicadores de desempenho são essenciais para fazer o diagnóstico dos principais problemas existentes ao longo do processo de gestão laboratorial. Essas métricas ajudam no processo de alinhamento das operações do laboratório com os seus objetivos finais.

Nesse sentido, os resultados refletem a qualidade e a quantidade de exames que são realizados, o índice de satisfação e a eficiência dos processos, entre outros.

A partir das informações obtidas, é possível avaliar a evolução dos processos no decorrer do tempo e promover novas estratégias de acordo com as necessidades do laboratório — melhora no atendimento aos clientes, investimento em tecnologia, entre outras.

Quais são os indicadores de desempenho mais comuns em laboratórios?

Você vai conhecer, a seguir, alguns KPIs mais adotados na gestão de laboratórios.

Porcentagem de exames em atraso

Após a realização de exames, a grande preocupação dos laboratórios deve ser entregá-los dentro do prazo previsto. Esse fator influencia diretamente na satisfação e na fidelização dos pacientes e contribui para aumentar ou reduzir a competitividade do negócio diante do mercado. Para isso, a gestão do laboratório deve investir na eficiência e inteligência de seus processos, automatizando atividades e controlando de perto a produtividade dos setores do pré ao pós analítico.

Índice de Satisfação

Os laboratórios devem fazer o possível para atender às necessidades e exigências dos seus pacientes. Uma boa forma de saber se os serviços estão agradando os clientes e identificar os pontos que precisam ser melhorados é por meio da realização de pesquisas de satisfação.

TAT – Performance de Processos

Indicador obrigatório na maior parte das normas de acreditação do setor da medicina diagnóstica, o TAT (Turn Around Time) permite avaliar a eficiência de cada área do laboratório, permitindo verificar o tempo que cada exame levou nas diferentes etapas até à entrega do resultado ao paciente. Com essa análise é possível identificar gargalos de produtividade e suas causas, onde, por exemplo, é possível identificar o tempo de processamento de exames em cada equipamento e o tempo que o mesmo levou até ser assinado e liberado.

Tempo de espera

O tempo de espera é um elemento fundamental que impacta diretamente a satisfação ou reprovação do laboratório perante os pacientes. Por isso, é importante ter atenção quanto aos horários de marcação de exames, quantidade de clientes atendidos e tempo de espera.

Como você pôde perceber, a implantação de indicadores de desempenho é essencial para garantir o sucesso dos empreendimentos laboratoriais. Nesse sentido, o uso da tecnologia pode ser um aliado. Uma maneira de adotar mecanismos automatizados e alcançar melhores resultados pode ser contratando a Shift. Somos uma empresa brasileira de tecnologia da informação para medicina diagnóstica e preventiva.

Recoleta

Em qualquer atividade, retrabalho indica alguma lacuna nos processos. No caso de laboratórios, uma evidência forte é a necessidade de recoletar amostras. Por isso, é necessário controlar de perto o percentual de recoleta e, sobretudo, monitorar as suas causas, que podem ser desde erros humanos, colaboradores com treinamento pouco efetivo, à ineficiência de equipamentos ou erros de cadastro.

Gostou do post? Não perca nossas próximas dicas! Assine a newsletter e receba materiais com exclusividade em seu e-mail!

Newsletter



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *