Checklist: o que todo laboratório clínico precisa para ter um bom planejamento 

1 . Introdução

O planejamento estratégico é algo que precisa ser desenvolvido por empresas de todas as áreas. Nos laboratórios de análises clínicas, isso não é diferente. Siga a leitura e saiba o que é preciso entender para que o laboratório tenha um bom planejamento.

2. Otimizar a gestão

Seja na gestão de pessoas ou na gestão operacional do laboratório, a cultura de performance deve ser sempre estimulada e aprimorada no laboratório, onde o conhecimento técnico aliado às competências interpessoais e às melhores ferramentas de trabalho, ajudam a tornar serviços mais competitivos, diferenciados e apreciados pelos clientes.

Para suportar uma cultura de alta performance, o uso dos indicadores de desempenho vem sendo cada vez mais valorizado na gestão laboratorial por tratar-se de uma poderosa ferramenta para qualificar e quantificar falhas nos diferentes processos laboratoriais, do pré ao pós-analítico, auxiliar na implantação de medidas preventivas e corretivas, bem como apontar a eficácia das ações tomadas.

Devem ser mapeados todos os processos e utilizadas técnicas de gestão para otimizar o trabalho e fazer com que o laboratório seja mais estratégico e menos operacional.

3. Automação e controle de qualidade

A qualidade dos serviços prestados por um laboratório de análises clínicas é algo imprescindível, pois é a saúde dos pacientes que está em jogo. No mercado da medicina diagnóstica existe um foco para seguir as melhores práticas de mercado e atender a normas de acreditações, o que exige uma maturidade dos laboratórios e eficientes processos de gestão de qualidade

Ainda, ter uma plataforma integrada e segura entre o LIS e a automação laboratorial é essencial para que as demandas sejam atendidas na sua plenitude. Poder contar com um único fornecedor para as duas soluções, sem plataformas intermediárias, traz segurança, agilidade e rastreabilidade ao processo de automação, permitindo o controle total de todas as etapas do processo analítico.

4. Focar na inteligência de negócios

O setor de medicina diagnóstica, um mercado cada vez mais competitivo, é indispensável a transformação de dados gerados pela operação em indicadores – analisar e acompanhar essas informações podem ajudar o laboratório a se tornar cada vez mais eficiente. E, no atual estágio tecnológico que vivemos, para processar um grande volume de informações é essencial o uso de softwares de gestão laboratorial, como soluções de business intelligence, para fazer todo controle dos processos do laboratório e ter acesso a dashboards que permitem uma análise rápida e clara de indicadores de operação

5. Buscar soluções para a gestão administrativa

No atual momento econômico e social os desafios da gestão de serviços estão se tornando cada vez mais expressivos. Profissionais do setor da saúde estão buscando não apenas ferramentas que apoiem a gestão de suas instituições, como também maior entendimento de conceitos financeiros inseridos no contexto da saúde – uma via para buscar a otimização de despesas operacionais e ter um melhor planejamento estratégico.

A área financeira, o faturamento, gestão de estoque ou compras, por exemplo, são setores que impactam diretamente na lucratividade do laboratório. A contribuição de um sistema de informação na gestão administrativa permite integrar os setores, gerir múltiplas empresas no mesmo sistema, gerir o caixa e contas correntes, o controle de contas a pagar e a receber e até mesmo a integração com sistemas contábeis e folhas de pagamento.

6. Investir no atendimento

Há uma estimativa de que 70% dos erros laboratoriais podem acontecer na fase pré-analítica e é por isso que ela é tão importante. Agendamento errado de coletas, erros de cadastro, falta de cordialidade dos recepcionistas, entre outros podem causar problemas para os clientes. Investir em treinamentos e tecnologia é relevante para evitar esse tipo de situação.

Os sistemas de informação operados em plataformas web proporcionam uma experiência de utilizador mais intuitiva, onde o fluxo de trabalho é orientado por processos bem definidos e cadastro padronizado. A gestão de filas garante agilidade na recepção do laboratório.

7. Buscar soluções tecnológicas

Os laboratórios de análises clínicas modernos também devem buscar por soluções tecnológicas para o bom andamento do negócio. É o caso, por exemplo, dos softwares de gestão. São ferramentas que podem trazer benefícios reais para a gestão laboratorial e crescimento do negócio. A procura por soluções de gerenciamento de processos tem registrado uma evolução positiva, onde cada vez mais as soluções em tecnologia da informação permitem ao laboratório clínico um rápido retorno do investimento e ganhos de produtividade.

8. Conclusão

De maneira geral, podemos dizer que há a necessidade de os laboratórios investirem na frente gerencial devido às transformações que o mercado vem passando, a fim de que sejam cada vez mais profissionais. Além disso, deve-se buscar pela melhoria contínua, no que se refere à eficiência profissional.

Esperamos que nosso checklist seja útil! Assim, você poderá seguir todas essas recomendações e garantir a excelência nos serviços e uma boa lucratividade com o seu laboratório clínico no decorrer de todo o ano de 2019.

9 . Sobre a Shift

A Shift é uma empresa brasileira que, desde 1992, desenvolve inovações tecnológicas para fornecer mais agilidade e eficiência no segmento laboratorial da América Latina.

Atualmente está presentes em 22 estados brasileiros e processa mais de 43 milhões de atendimentos por ano.

Newsletter



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *