Convenção Shift apresenta estratégias para 2022

  • 07 de dezembro de 2021

 

A Shift realizou, na última sexta-feira, 03 de dezembro, a sua Convenção de 2022. O objetivo foi compartilhar com todos os colaboradores os resultados de 2021, os principais projetos e metas para o ano que se inicia, bem como os propósitos e a cultura da empresa, que completará 30 anos de fundação em 2022. Para os próximos anos, a ideia é manter o crescimento de forma sustentável e acelerada, tendo como linha mestra a construção de uma plataforma diagnóstica preventiva integrada.

Marcelo Lorencin, CEO e fundador da Shift, abriu o evento trazendo reflexões sobre como garantir a continuidade do crescimento, de forma capilarizada, mantendo a essência e, principalmente, encantando os clientes, que devem estar no centro de tudo.

“O que nos trouxe aqui não garante que nos levará até onde precisamos chegar. É fundamental manter a essência, respeitar os principais valores, ideologias, ganhando novas formas. Ouvir as necessidades dos nossos clientes, como temos feito, segue sendo crucial para essa transformação. Devemos olhar para a qualidade dos relacionamentos. A clientividade está em nosso DNA e deve seguir assim”, enfatiza.

Lorencin também contou um pouco da história da empresa e como tudo começou, além dos principais marcos, cruciais para consolidar a empresa em seu atual patamar – exemplo disso é o fato de ter sido a primeira a transmitir, há mais de 20 anos atrás, resultados de exames via internet, dando protagonismo para o paciente consultar o seu próprio resultado.

Apresentaram seus planos a diretoria de governança e DHO; comercial e marketing, produtos e desenvolvimento; financeiro e controladoria; área de serviços e customizações; e de infraestrutura e suporte técnico. Entre as novidades mencionadas estão a ampliação do portfólio de produtos na linha LIS, RIS, anatomia patológica e da área de consultoria de negócios. Além de melhorias na área de suporte, integrações, infraestrutura, que suportarão tudo isso e ajudarão a melhorar a entrega de valor para os clientes. Também estiveram em pauta as estratégias do recém-criado laboratório de inovação aberta, o Health Square, e das áreas Customer Success e de Inteligência de Mercado, que igualmente novas e ajudarão a melhorar as experiências dos clientes.

Além disso, foram apresentados todos os investimentos em capital humano, que são determinantes para o sucesso, qualidade e agilidade das entregas da Shift e também para a retenção de talentos. A empresa atua para promover o senso de pertencimento e um ambiente organizacional saudável, atrativo e capaz de contribuir positivamente para a evolução dos colaboradores e trabalhar fortemente no desenvolvimento de pessoas. Além do programa Jeito Shift de Cuidar, de Saúde Corporativa, possui outras iniciativas como o programa de estágio Start Shift; e o recém-lançado Start She, que visa aumentar a participação feminina na área de tecnologia ao resgatar meninas que não foram aprovadas no processo de estágio e treiná-las para estarem preparadas para entrar na Shift ou em outras empresas.

Segundo o executivo, a empresa vem ganhando representatividade nos últimos anos e esse crescimento pode ser ainda mais acelerado, em especial pelo próprio cenário econômico e da saúde. Excesso de capital, novas possibilidades de investimentos, inflação tanto econômica como de demanda, bem como a tecnologia que quebrou barreiras e está em evolução exponencial, trazem excelentes perspectivas. Assim como o consumidor, que está cada vez mais empoderado e exigente, e busca por personalização. No caso da saúde em específico, somam-se ainda outros fatores: crescimento e envelhecimento da população, diversidade de exames, além da pressão por custos, por eficiência e qualidade, em um setor fragmentado com necessidade de integração.

“Tudo será pautado, principalmente, no impacto que isso trará para o nosso cliente e como podemos ajudá-lo a ser mais eficiente, reduzir os desperdícios, tomar melhores decisões.  Também é preciso olhar sempre para frente e para a jornada do paciente, que está cada vez mais expandida com a união do mundo virtual e presencial”, finaliza o CEO.


imagem

Artigos relacionados

Regulamentações e protagonismo dos centros de medicina diagnóstica: o que esperar para 2024?

Representantes de importantes entidades do setor debateram, a convite da Shift, as principais mudanças nos últimos anos e as tendências que conduzirão o setor em 2024. O painel pode ser conferido na íntegra até o dia 8 de janeiro de 2024. Para acessar, clique aqui. Fazer uma retrospectiva de 2023, trazendo as tendências e os […]

Segurança da informação para o setor de medicina diagnóstica

Segurança da informação para o setor de medicina diagnóstica 19 de janeiro de 2022   A tecnologia avança cada vez mais na proteção do sigilo e da privacidade dos usuários, sendo fundamental para o trabalho em laboratório. Foi pensando nisso que, neste post, decidimos abordar a segurança da informação para o setor de medicina diagnóstica! […]

Shift é uma das vencedoras do “Líderes da Saúde 2021”

Empresa recebe mais uma vez o Oscar da Saúde, na categoria Tecnologia – Medicina Diagnóstica

imagem

Destaques

Controle de Qualidade Interno no contexto da RDC 786/23

Índice de adesão à RDC 786/23 cresce após consultoria da Shift

Gestão de riscos em laboratórios e a RDC 786/23

imagem

Assine a nossa newsletter?

Quer ficar por dentro das novidades sobre soluções em tecnologia para saúde? Cadastre-se na News da Shift e atualize-se periodicamente na caixa de entrada do seu e-mail.

Acompanhe a Shift nas redes sociais!