O que esperar da medicina diagnóstica em 2022?

  • 02 de fevereiro de 2022

 

A área da saúde está se reinventando. Os últimos anos trouxeram vários desafios que aceleraram e transformaram os processos e, para atuar no setor de medicina diagnóstica e preventiva em 2022, será necessário preparação, flexibilidade e inovação, acompanhando este novo cenário com iniciativas concretas e, principalmente, com o apoio da tecnologia.

As pessoas estão mais ativas em seus processos de cuidado, buscando uma boa experiência e valorizando o lado humano das empresas. Adequar-se ao seu público e otimizar os serviços oferecidos nunca foi tão importante.

Quais são as principais tendências para 2022?

O ano de 2022 será marcado pela presença ainda maior da tecnologia na rotina laboratorial, que servirá como apoio para melhorar a qualidade do atendimento, automatizar processos e potencializar resultados. A tendência é que a saúde esteja cada vez mais atrelada aos recursos tecnológicos, tanto na sua administração quanto no próprio diagnóstico.

As consequências, nesse contexto, incluem maior praticidade e precisão dos resultados, aumento da satisfação e melhoria na relação entre médico e paciente, por exemplo. Confira a seguir alguns dos fatores que farão toda a diferença:

1. Maior centralização e digitalização

Digitalizar processos é outra tendência devido à praticidade e agilidade que o recurso oferece. Os registros manuais e documentos em papéis são mais complexos de se administrar, colocando dados em risco, dificultando as análises e, ainda, ampliando as chances de erro.

Portanto, digitalizar tudo que for possível é uma solução eficaz que pode, inclusive, prevenir possíveis problemas judiciais. A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), por exemplo, já está em vigor, exigindo atenção redobrada com as informações pessoais. Para proteger o negócio e seus pacientes, conte com um sistema seguro para o armazenamento de dados.

2. Utilização de um sistema integrado

Existem softwares para vários objetivos, mas apesar de suas facilidades, aderir a vários desses sistemas também pode gerar complicações. É por isso que tem se tornado tão comum o uso de um sistema integrado. Com ele, todos os setores e demandas do laboratório são controlados em uma única plataforma, com a mesma linguagem e a mesma interface. A ferramenta realiza o cruzamento de dados e otimiza a comunicação entre as áreas, pois tudo está conectado. Assim, é possível ter uma visão geral dos processos e direcionar o olhar a questões específicas que precisam de atenção.

3. Presença da telemedicina

A telemedicina já é realidade no segmento de saúde. Seu principal benefício é a facilidade com que alguns processos são executados, como a possibilidade de médicos poderem avaliar um resultado remotamente. Seus recursos tornam os serviços mais acessíveis e facilitam a comunicação entre médicos.

O recurso já vinha crescendo há algum tempo, mas sua utilização foi acelerada com as demandas da pandemia. Em 2022, a tendência é continuar se expandindo, exigindo adesão e adaptação dos negócios. Será preciso aderir aos novos recursos ou corrigir falhas nas ações já adotadas.

4. Humanização e personalização de serviços

Com a tecnologia otimizando o dia a dia, o laboratório tem maior foco na experiência do paciente. Uma escuta atenta dos indivíduos, acolhimento e atenção às particularidades de cada um são alguns dos pontos ligados à humanização, que deve ser desenvolvida em seus profissionais. Além de ser de grande ajuda no cuidado e tratamento, esse aspecto será cada vez mais valorizado pelas pessoas, impactando a fidelização e a imagem do seu negócio.

Outra questão é adaptar-se aos interesses e ao dia a dia dos pacientes. Marcar horários por WhatsApp, por exemplo, pode ser uma preferência do público por ser mais prático para sua rotina. A presença online e a criação de conteúdos também serão atrativos, ampliando o alcance do discurso do laboratório por meio das redes sociais.

Como se preparar para atuar na medicina diagnóstica em 2022?

As mudanças que mencionamos marcam o começo de uma nova forma de trabalhar com saúde, sendo essencial se preparar e se manter atualizado. Agora que você conhece as tendências, separamos algumas dicas para adotá-las e utilizá-las da melhor forma. Confira!

Invista em capacitação

O trabalho dos profissionais da saúde está se transformando em diferentes sentidos. Eles devem estar atento às novas tecnologias, integrando-as ao dia a dia de seus serviços. Ao mesmo tempo, devem ter um novo olhar focado nos pacientes, colocando-os no centro do cuidado e dos processos.

Com tantas alterações, as capacitações se fazem essenciais. É preciso compreender que as mudanças são gradativas, especialmente por serem muito profundas. Assim, saber que é uma fase de transição e se organizar diante disso é uma postura fundamental. Isso vale para todos os colaboradores, desde o especialista em biomedicina até os profissionais de marketing e recepção.

Valorize a experiência do paciente

A tecnologia e os novos aprendizados são recursos que promovem a qualidade de vida e o bem-estar dos pacientes. Além de otimizar a rotina do laboratório, elas permitem alcançar melhores resultados para a saúde, seja facilitando o acesso, reduzindo o tempo de espera ou aumentando o engajamento das pessoas em seu cuidado.

Não perca isso de vista ao criar suas estratégias, buscando sempre entender e colaborar com as necessidades do público. Tenha um olhar atento e profundo aos detalhes, encontrando pontos em que se pode melhorar e que contribuam ainda mais para o bem-estar dos indivíduos.

Busque um bom parceiro estratégico

Para adotar um sistema adequado, é preciso encontrar o parceiro estratégico ideal. São várias as opções de ferramentas e softwares no mercado, mas você deve levar em conta os recursos, a segurança e a capacidade de atualização, assim como a atenção, o posicionamento e o suporte da empresa parceira.

A solução deve atender às demandas e às particularidades do seu negócio, considerando o momento atual, mas também se adaptando ao futuro. Assim, o laboratório não ficará desamparado e terá um melhor fluxo de trabalho.

Agora você sabe o que esperar da medicina diagnóstica em 2022. Sabemos que se adaptar às tendências pode ser desafiador, mas estamos à disposição para ajudar nesse processo. Com a preparação adequada, você poderá usufruir de todos os benefícios da inovação e da tecnologia.

Esperamos que tenha gostado do conteúdo. Não deixe de entrar em contato com a Shift, para conhecer nossas soluções e tirar todas as suas dúvidas!


imagem

Artigos relacionados

Controle de Qualidade Interno no contexto da RDC 786/23

O Controle de Qualidade Interno (CQI) desempenha um papel importante no dia a dia de um laboratório. Ele é uma peça-chave para garantir a confiabilidade e precisão dos resultados analíticos e possibilita o monitoramento contínuo do desempenho dos métodos laboratoriais. Normas de acreditação, como a PALC e, mais recentemente, a nova RDC 786/2023, demandam implementar […]

Gestão de riscos em laboratórios e a RDC 786/23

Neste conteúdo, vamos falar sobre gestão de riscos em laboratórios de Análises Clínicas sob o olhar da RDC 786/23, refletindo sobre planos de contingência, monitoramento de indicadores e muito mais! Continue a leitura para ficar por dentro do tema. Em primeiro lugar, vamos parar para imaginar quantas transformações aconteceram em um intervalo de 18 anos […]

RDC 786/23 e Gestão de Indicadores

Descubra o impacto da RDC 786/23 na gestão de indicadores de desempenho. Veja também como um correto acompanhamento desses indicadores pode te ajudar a melhorar os resultados do seu negócio. A RDC 786/23 trouxe consigo vários pontos que passaram a exigir, além de adequações de processos, também o cumprimento de algumas exigências por parte dos […]

imagem

Destaques

Controle de Qualidade Interno no contexto da RDC 786/23

Índice de adesão à RDC 786/23 cresce após consultoria da Shift

Gestão de riscos em laboratórios e a RDC 786/23

imagem

Assine a nossa newsletter?

Quer ficar por dentro das novidades sobre soluções em tecnologia para saúde? Cadastre-se na News da Shift e atualize-se periodicamente na caixa de entrada do seu e-mail.

Acompanhe a Shift nas redes sociais!