• 14 de Julho de 2020

 

O benchmarking é uma ferramenta que vem ganhando espaço nas ações estratégicas para a tomada de decisões empresariais. Trata-se de um conjunto de indicadores comuns que permitem uma comparação de desempenho entre uma empresa e outras do seu segmento, concorrentes ou não.

A partir dessa análise, é possível traçar práticas mais eficientes para a gestão do negócio, mitigando riscos e colocando o seu laboratório um passo à frente da concorrência.

Nesse artigo, você vai entender 4 benefícios do benchmarking e quais indicadores analisar para alcançar as melhores práticas para seu laboratório.

Entenda o conceito de benchmarking

Em uma tradução ao pé da letra, fazer o benchmarking é o mesmo que traçar um ponto de referência, seja quando pensamos em produtos, serviços, tecnologia, processos ou demais práticas empresariais e de gestão.

Trata-se de uma análise que deve ser feita continuamente. Ou seja, para que seja efetivo, o processo de pesquisa deve ser constante e não pode ficar parado na gaveta. Quando bem executado, o benchmarking empodera as organizações, fazendo com que possam superar suas limitações, reduzir os riscos e implementar novas estratégias, adaptadas às particularidades do negócio.

Conheça 4 benefícios do benchmarking

1. Mitigar riscos

Um dos principais benefícios do benchmarking é a redução dos riscos na operação. Por meio de uma análise criteriosa, é possível identificar os gargalos enfrentados pelos outros players de mercado e, então, trabalhar para que esses mesmos erros não se repitam no seu laboratório.

Esses riscos podem estar no dia a dia da operação, em aspectos como:

  • ineficácia do atendimento,
  • falta de adaptação às novas tecnologias e exigências do mercado,
  • atrasos, retificação de laudos, recoletas.

Também podem estar ligados a fatores inerentes ao segmento, como:

  • segurança e gestão de riscos;
  • redução de custos, aumento da produtividade e da qualidade dos serviços;
  • monitoramento do desempenho do laboratório.

2. Aprimorar a tomada de decisões estratégicas

Tomadas de decisões estratégicas, quando feitas sem referencial externo, podem comprometer a gestão. Esse erro pode tomar anos até que seja suplantado. Por isso, quanto mais informação de mercado se tem, melhor e mais assertiva será a tomada de decisão.

3. Reduzir custos

Entender como os processos são gerenciados em outras empresas do segmento pode apontar oportunidades de melhorias internas e até mesmo mostrar novas ferramentas disponíveis para reduzir custos e ter maior eficiência operacional.

Nesse quesito, conhecer e avaliar o uso da tecnologia como pilar estratégico do laboratório, traz um ganho substancial na eficiência da operação, por meio da qual a empresa se torna mais competitiva.

4. Adaptar-se mais rapidamente às mudanças do mercado

O mercado muda a todo momento, portanto é indispensável manter-se atualizado sobre as novas exigências dos consumidores e as inovações. O benchmarking facilita esse processo, pois aprimora o aprendizado, a análise e a capacidade de colocar em prática as tendências.

Acompanhe os indicadores

Para alcançar todos os benefícios do benchmarking, é importante ter atenção aos indicadores. Abaixo, selecionamos alguns importantes:

  • produtividade global de recursos e setores;
  • taxa de efetividade na liberação de resultados por verificação automatizada;
  • taxa de erros por exame;
  • taxa de erro versus exame e equipamento;
  • taxas de erro aleatório por reagente e lote;
  • taxa de laudos não acessados;
  • taxa de laudos retificados e recoleta;
  • atrasos de exames.

Os benefícios do benchmarking aplicado ao laboratório não podem ser deixados de lado. Para uma boa gestão, a análise comparativa é fundamental, seja para entender como os laboratórios estão crescendo ou para identificar problemas que podem ser prevenidos no seu negócio.

Quer saber como laboratórios estão crescendo até 3 vezes mais que o mercado de medicina diagnóstica e se diferenciando? Acesse nosso infográfico , feito a partir de um benchmark realizado pela Shift em sua base de clientes, com dados relevantes sobre o atual cenário do segmento, além de experiências positivas do uso da tecnologia como pilar estratégico.


imagem

Artigos relacionados

Controle de Qualidade Interno no contexto da RDC 786/23

O Controle de Qualidade Interno (CQI) desempenha um papel importante no dia a dia de um laboratório. Ele é uma peça-chave para garantir a confiabilidade e precisão dos resultados analíticos e possibilita o monitoramento contínuo do desempenho dos métodos laboratoriais. Normas de acreditação, como a PALC e, mais recentemente, a nova RDC 786/2023, demandam implementar […]

Gestão de riscos em laboratórios e a RDC 786/23

Neste conteúdo, vamos falar sobre gestão de riscos em laboratórios de Análises Clínicas sob o olhar da RDC 786/23, refletindo sobre planos de contingência, monitoramento de indicadores e muito mais! Continue a leitura para ficar por dentro do tema. Em primeiro lugar, vamos parar para imaginar quantas transformações aconteceram em um intervalo de 18 anos […]

RDC 786/23 e Gestão de Indicadores

Descubra o impacto da RDC 786/23 na gestão de indicadores de desempenho. Veja também como um correto acompanhamento desses indicadores pode te ajudar a melhorar os resultados do seu negócio. A RDC 786/23 trouxe consigo vários pontos que passaram a exigir, além de adequações de processos, também o cumprimento de algumas exigências por parte dos […]

imagem

Destaques

Controle de Qualidade Interno no contexto da RDC 786/23

Índice de adesão à RDC 786/23 cresce após consultoria da Shift

Gestão de riscos em laboratórios e a RDC 786/23

imagem

Assine a nossa newsletter?

Quer ficar por dentro das novidades sobre soluções em tecnologia para saúde? Cadastre-se na News da Shift e atualize-se periodicamente na caixa de entrada do seu e-mail.

Acompanhe a Shift nas redes sociais!